Às vezes...

21:49


Às vezes quando estamos mesmo no fundo e achamos que descemos os degraus todos e não há mais para descer.. Vem alguém e lembra nós que estamos apenas no -1, quase quase no piso 0 da saída. 

Hoje estou especialmente sentimental... Há dias assim, e sem querer chatear ninguém a minha volta, fugi sozinha em mim e com o sol sem desistir de me acompanhar neste dia frio. Encontrei uma amiga por acaso que se cruzou comigo e relembrou me o quanto a vida nos obriga por vezes a descer ao inferno e só quando estamos mesmo lá, é que nos lembramos de onde estão colocadas as saídas de emergência. 

Basicamente ela cresceu sem pai, sem a necessidade de um papel paternal presente, a mãe sempre fez questão de lhe provar que na vida dela o pai simplesmente não existia... E como também nunca a procurou, ela nunca o fez. Era o "normal" dela, ter apenas a mãe, que a bastava em tudo.

Quando a mãe, entrou em crise de psiquiatria e desapareceu sem deixar rasto, de repente e sem saber para onde ir... Como a encontrar, apareceu a piscar a tal luz tênue de uma possibilidade de um pai como saída de emergência.. Um pai que afinal sempre existiu, um pai que durante 28 anos a procurou, um pai que durante 28 anos, mudou de cidades em cidades e sempre com esta filha em pensamento e em busca diária... Ela sem querer tropeçou nele, e a vida fez com que se encontrassem e que provassem que sim, eram pai e filha. 

Hoje choramos as duas, ela soluçava entre movimentos constantes de limpar os olhos, os ombros tremiam e pareciam ter vida própria, as palavras saiam tremidas e com respirações fundas misturadas... 

Sei que nesta fase não é fácil, encontrar alguém que nunca se procurou... Muito menos um pai! Acredito que aos poucos a vida encarrega se de nos colocar nos lugares certos!

Boa noite ❤️

You Might Also Like

0 comentários

Instagram

Pinterest